-->

Quem sou eu

Sou Lucienne, natural de Três Lagoas - MS,professora da rede pública estadual,habilitada em Geografia, leciono na Escola Carlos Irigaray Filho, como profissional já atuei exercendo as funções de coordenadora pedagógica e diretora.Tenho uma linda família e 02 filhos maravilhosos: Tiago Agricio e Lizandra Maria.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Atividade 06 - Unidade 02 - Plano de Aula

Plano de Aula



Escola Estadual“Carlos Irigaray Filho”
Alto Taquari – MT
Professora: Lucienne Lizaldo Tolentino Barbosa
Disciplina: Geografia
Conteúdo: Segregação Racial
Tema: Racismo
Série: 3º Ciclo – 2ª Fase
Modalidade: Ensino Fundamental
Duração das Atividades: 03 aulas
Número de alunos: 36

Objetivos:
· Conceituar racismo e apartheid e estabelecer relações entre esses conceitos;
· Estimular o diálogo e a troca de idéias, a fim de proporcionar mudanças de pensamentos, hábitos e atitudes, desenvolvendo o sentimento coletivo de compromisso com a igualdade;
· Reconhecer a complexidade da formação cultural brasileira, que não pode ser compreendida a partir do conceito de raça;
· Valorizar a pessoa independente de sua raça, credo ou posição social;
· Conhecer as diversas formas com que o preconceito se manifesta na sociedade atual;
· Discutir os antagonismos existentes entre grupos culturais e as dificuldades de assimilação das diferenças e
· Estimular a pesquisa e a criatividade do aluno através das novas tecnologias.

Desenvolvimento
A aula será iniciada com a seguinte pergunta:
• Todas as pessoas são iguais ou todos são diferentes?

Nesse momento será orientada a discussão sobre as diferenças socioculturais existentes na sociedade brasileira observando que a questão da igualdade de direitos e deveres perante a lei não garante tratamento igualitário dos indivíduos.

Discutida essa problematização os alunos irão visitar o meu blog e na lista de links para aula clicar http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/datas/discriminacao/legislacao.html e ler o que a constituição diz sobre os princípios fundamentais do ser humano.

Após a leitura os alunos serão questionados sobre:

• o que eles entendem por racismo;
• se eles constatam situações de discriminação racial no seu cotidiano;
• se eles consideram que no Brasil existe racismo ou outras formas de discriminação (opção sexual, posição social, credo...) e como essa discriminação se manifesta.

Conclui-se a discussão estabelecendo uma definição sobre discriminação racial no Brasil.

Leitura do texto: “Apartheid, o racismo legalizado”.

O apartheid foi um dos regimes de discriminação mais cruéis de que se tem notícia no mundo. Ele vigorou na África do Sul de 1948 até 1990 e durante todo esse tempo esteve ligado à política do país. A antiga Constituição sul-africana incluía artigos onde era clara a discriminação racial entre os cidadãos, mesmo os negros sendo maioria na população.
Em 1487, quando o navegador português Bartolomeu Dias dobrou o Cabo da Boa Esperança, os europeus chegaram à região da África do Sul. Nos anos seguintes, a região foi povoada por holandeses, franceses, ingleses e alemães. Os descendentes dessa minoria branca começaram a criar leis, no começo do século XX, que garantiam o seu poder sobre a população negra. Essa política de segregação racial, o apartheid, ganhou força e foi oficializada em 1948, quando o Partido Nacional, dos brancos, assumiu o poder.
O apartheid, que quer dizer separação na língua africâner dos imigrantes europeus, atingia a habitação, o emprego, a educação e os serviços públicos, pois os negros não podiam ser proprietários de terras, não tinham direito de participação na política e eram obrigados a viver em zonas residenciais separadas das dos brancos. Os casamentos e relações sexuais entre pessoas de raças diferentes eram ilegais. Os negros geralmente trabalhavam nas minas, comandados por capatazes brancos e viviam em guetos miseráveis e superpovoados.
Para lutar contra essas injustiças, os negros acionaram o Congresso Nacional Africano - CNA, uma organização negra clandestina, que tinha como líder Nelson Mandela. Após o massacre de Sharpeville, o CNA optou pela luta armada contra o governo branco, o que fez com que Nelson Mandela fosse preso em 1962 e condenado à prisão perpétua. A partir daí, o apartheid tornou-se ainda mais forte e violento, chegando ao ponto de definir territórios tribais chamados bantustões, onde os negros eram distribuídos em grupos étnicos e ficavam confinados nessas regiões.
A partir de 1975, com o fim do império português na África, lentamente começaram os avanços para acabar com o apartheid. A comunidade internacional e a Organização das Nações Unidas - ONU faziam pressão pelo fim da segregação racial. Em 1991, o então presidente Frederick de Klerk não teve outra saída: condenou oficialmente o apartheid e libertou líderes políticos, entre eles Nelson Mandela.
A partir daí, outras conquistas foram obtidas: o Congresso Nacional Africano foi legalizado, De Klerk e Mandela receberam o Prêmio Nobel da Paz (1993), uma nova Constituição não-racial passou a vigorar, os negros adquiriram direito ao voto e em 1994 foram realizadas as primeiras eleições multirraciais na África do Sul e Nelson Mandela se tornou presidente da África do Sul, com o desafio de transformar o país numa nação mais humana e com melhores condições de vida para a maioria da população.


A partir das leituras e das discussões anteriores os alunos deverão escrever um pequeno texto sobre as relações entre apartheid e racismo. Para melhorar a visão do aluno sobre os temas abordados serão sugeridos os vídeos Martin Luther King - Eu tenho em sonho e Negros creem que sonho de Luther King se realiza com Obama. Assita!

Os alunos irão ler os seus textos a fim de comparar as diversas idéias. A partir disso, será sistematizado os raciocínios apresentados conduzindo as idéias para o estabelecimento de conclusões, que remetam às diferenças entre o racismo como regime institucionalizado pelo Estado e o racismo difuso nas relações cotidianas.

Como dever de casa os alunos em grupo (03 alunos por grupo) deverão produzir uma apresentação de slide abordando as seguintes questões;
• O que significa racismo? (04 grupos)
• O racismo é um problema na sociedade? Por quê?(04 grupos)
• O apartheid ainda vigora? Explique. (04 grupos)
Observação: Cada assunto acima deverá ser abordado por 04 grupos

Temas correlatos para debate:
• O que é discriminação racial?
• Ontem e hoje, o negro no Brasil...
• Valorização do negro no Brasil.
• Discriminação racial no trabalho.

Vamos ouvir música? Ouça

Promover entre os alunos a interpretação oral da letra da música.

Sugestões de aprofundamento:

Leia a biografia de Barack Obama

Leia a biografia de Martin Luther King
http://www.africadosul.org.br/
http://www.brasilescola.com/geografia/apartheid.htm apresenta texto explicativo sobre o Apartheid.
http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/datas/discriminacao/indicadores.html apresenta indicadores de desigualdades entre população negra e branca no Brasil.

Recursos didáticos
Computadores com acesso a rede;
Projetor multimídia;
Material de uso cotidiano do aluno (papel, caneta, entre outros)

Avaliação
· Participação qualificada nos debates.
· Produção e apresentação dos slides (através do projetor multimídia).
· Comentários no blog.
· Produção dos textos.

Observação: nestas aulas serão utilizados hipertexto, hipermídia, link e o blog.

6 comentários:

cynthia disse...

oi adorei muito interesante
bjao...

cynthia disse...

oi
adoreia a aula de hj...
bjao...

carozinha disse...

foi muito boa a aula ...

rayane disse...

as aulas da profesora lucinha sao muito interessante...eu adorei!!!

everton disse...

Oiii gostei dessa aula!!!
foOii legal..
tomara q ano q vem nos pegamos fosse como professora dnovo . xD..

By Everton Jeferson e Matheus L.

everton disse...

Oii professora..
gostei da aula..
vc explica mto bem..
Qro vc como professora ano q vem!!


By: Paulo Henrique